24 de ago de 2009

Facilidade ou necessidade?!

Fácil, cedo ou tarde, jovem ou velha....não importa, toda mulher vai acabar sendo fácil em algum momento. E é complicado se acostumar com o rótulo! Claro! Fugiu dele a vida toda, lembra de quando o Marquinhos da 5ª série tentou te beijar no recreio e você disse NÃO!!! E saiu toda vitoriosa mostrando pras amigas que você não era fácil??? Ou quando o Bruno do 3° colegial tentou violar seu sutien e vc novamente vitoriosa disse NÃO???
Você se sentia a mais santa de suas amigas, e contava para todas elas cheia de orgulho que namorou o Gustavinho 1000 anos e segurou a onda como boa menina que era, e o Gustavinho era tão fodástico que amava você acima de tudo, venerava você só porque você era difícil ( diferente delas), e Gustavinho te achava a mais linda do mundo, a mais fofa e o casamento estava planejado nos mínimos detalhes....Tudo continho da carocha master....Afinal, você sabe que assim que "deitou-se" com Gustavinho, ele se mandou. Mas e daí?
É só voltar a ser difícil, seguir a mesma linha da sua adolescência e pronto, você tem a fórmula!!! Você é a garota!!!
E começa então a volta à vida normal, você fica um tempo fechada para balanço, Gustavinho foi marcante! Você paquera uns caras... agora eles são mais maduros, um papo melhor, histórias para contar....Bom, muito bom....Mas tem um detalhe que você deixou passar....
Gustavinho te mostrou o lado bom da vida... ééé agora não dá para voltar atrás, você gooooosta, e ai você volta à ativa e? Muito simples, você se empolga!!!!
Mas não tem problema, você é adulta, só que isso não quer dizer nada, ainda está sobre julgamento, mesmo tendo quase 30, faltam só 10 anos pra 30, tem alguém que te observa atentamente, e condena o tempo todo, você mesma.
É, agora você tem que conviver com as nóias da vida adulta, e não importa quantas vezes você repita para si mesma que não tem nada a ver, que você também é humana e sente necessidades como todo mundo, você sempre vai achar que fez algo de errado e que se o "babaca da vez" não ligou no dia seguinte foi por incompetência sua, que foi fraca e se deixou levar, e se você conseguir segurar a onda como nos tempos do Marquinhos, vai achar que ele não ligou porque te achou infantil... Não tem jeito.... Você vai ler algum livro de auto - ajuda, vai chorar, vai telefonar para as amigas e chorar mais um pouco, vai checar e-mail, celular, msn, orkut e sei lá mais quantos meios de comunicação para ter certeza de que ele está mesmo ignorando a sua existência. E vai sentir uma tristezinha quando vir uma grávida com seu amado, e mais ainda quando for a madrinha do casamento e tiverem que arranjar um par pra você não ficar sozinha no altar...
É pensando nisso que criamos o no sex, out city, serviço de inutilidade pública para quem assistiu Sex and the City e sonhou ser Samantha ou Carrie, mas se deparou com um probleminha: A sua consciência!!!